24 de jan de 2011

do MEGABYTE ao YOTABYTE

MEGABYTE

Lembra do disquete que costumávamos guardar nossos dados? O de maior capacidade podia armazenar até 5,76MB dava pra armazenar até 5 fotos digitais (.jpeg), em resolução baixa ou ouvir 1 arquivo de música em (.mp3) com duração de 5 minutos.

GIGABYTE

Usar Pendrivers para transportar arquivos já é algo bem comum. Num dispositivo de 1 GB conseguimos armazenar 320 fotos digitais (.jpeg) de alta resolução ou poder ouvir 16 horas de música (.mp3).

TERABYTE

Para aqueles que precisam de mais espaços já existem HD's Externos de 1 TB que podemos armazenar até 40 filmes de alta definição ou 500 jogos , já fotos podemos alcançar 320 fotos de alta resolução (.jpeg) e músicas (.mp3) o equivalente à 16,6 mil horas de áudio.

PETABYTE

Para armazenar 1 PB de dados seria necessário um DataCenter que ocuparia uma área de 1.000m² com 4.000 PC's (servidores e estações de trabalho).

EXABYTE

Para armazenarmos 1 EB em dados, seriam necessários 71 DataCenters que juntos ocupariam 9 campos de futebol. Se cada ser-humano no planeta entre homens, mulheres e crianças guardassem 2,5 GB de dados (arquivos, músicas, fotos) conseguiriam alcançar 1 EB. Considerando que a população mundial está em 6,9 bilhões de habitantes.

ZETTABYTE

Para guardar 1 ZB seria necessário 73 mil DataCenters, juntos ocupariam a área da cidade de São Paulo. Esta é a demanda esperada em armazenamentos no mundo inteiro até o final de 2011.

YOTABYTE

Por fim teremos o 1 YB é uma quantidade gigantesca de dados, só para ter uma ideia seriam necessários 75 milhões de DataCenters que ocupariam juntos, a área do estado de São Paulo ou 1/6 do estado de Amazonas ou ½ do estado de Minas Gerais ou 1 Estado do Piauí ou 5 estados do Rio de Janeiro ou 11 estados do Sergipe ou 42 Distritos Federais.

** Fonte: Márcio Silva, pesquisador do laboratório de Arquitetura e Redes do Departamento de Ciência da Computação – Poli-USP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário